Email : Senha :
Notícia
Comissão de Estudo de Mergulho é reativada (15/10/2011)
A Comissão de Estudo de Turismo de Aventura – Turismo com atividades de Mergulho (CE 54:003.13) do Comitê Brasileiro de Turismo (ABNT/CB-54) está retomando suas reuniões, depois de ter publicado, em 2008, três normas técnicas adotadas da International Organization for Standardization (ISO).

Desde que foi instalada, em julho de 2007, a Comissão de Estudo atua como comitê-espelho do ISO/TC228/WG1 - Recreational Diving Services, o Grupo de Trabalho sobre serviços de mergulho recreativo do Comitê Técnico de Turismo da ISO.

“Agora, está sendo reativada para discutir e levar a posição brasileira para mais uma futura norma (Recreational diving services — Requirements for gas blender training programmes)”, informa Leonardo Persi, coordenador de Eventos, Publicações e Normalização da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), que responde pela Secretaria Técnica do subcomitê de Turismo de Aventura do ABNT/CB-54.

Empresas que trabalham no segmento de mergulho recreativo estão sendo convidadas a participar. As reuniões são abertas a todos os interessados que tiverem algo a agregar às discussões. “Este projeto de norma é voltado para o treinamento das pessoas que vão fazer misturas gasosas, as quais ajudam os mergulhadores a estender a permanência na água, ou a alcançar profundidades maiores”, explica o coordenador da Comissão de Estudo, Claudio Brandileone.

Assim que for publicada pela ISO, a norma deverá ganhar uma versão brasileira. O coordenador comenta: “ Como toda norma internacional, sua adoção vai depender de reuniões específicas, mas acredito que deva ter aplicação imediata, pois em muitos locais temos mergulhadores e empresas proporcionando esse tipo de produto”, comenta o coordenador, que é gerente regional para a América do Sul da Professional Association of Diving Instructors (Padi), empresa que qualifica instrutores de mergulho.

As normas sobre mergulho recreativo publicadas pela ABNT são as seguintes:
• ABNT NBR ISO 24801-1:2008 – Serviços de mergulho recreativo – Requisitos mínimos relativos à segurança para o treinamento de mergulhadores autônomos – Parte 1: Nível 1 – Mergulhador supervisionado
• ABNT NBR ISO 24801-2:2008 – Serviços de mergulho recreativo – Requisitos mínimos relativos à segurança para o treinamento de mergulhadores autônomos – Parte 2: Nível 2 – Mergulhador autônomo
• ABNT NBR ISO 24801-3:2008 – Serviços de mergulho recreativo – Requisitos mínimos relativos à segurança para o treinamento de mergulhadores autônomos – Parte 3: Nível 3 – Condutor de mergulho
• ABNT NBR ISO 24802-1:2008 – Serviços de mergulho recreativo – Requisitos mínimos relativos à segurança para o treinamento de instrutores de mergulho autônomo – Parte 1: Nível 1
• ABNT NBR ISO 24802-2:2008 – Serviços de mergulho recreativo – Requisitos mínimos relativos à segurança para o treinamento de instrutores de mergulho autônomo – Parte 2: Nível 2
• ABNT NBR ISO 24803 – Serviços de mergulho recreativo — Requisitos para prestadores de serviços de mergulho autônomo recreativo